Nutrição – ESSPS

Educação Nutricional & Doenças Associadas

Mitos da Alimentação! Fevereiro 28, 2008

Filed under: Sem-categoria — carinarocha @ 12:01 pm

Fazer jejum emagrece?

MITO – O jejum pode ser muito perigoso para o organismo, pois numa forma de defesa, o metabolismo torna-se mais lento e a perda de peso não ocorre de maneira normal, ou seja, além de fazer mal à saúde, a perda de peso é basicamente às custas da perda de líquidos celulares e massa muscular, e, portanto, não é eficaz. O que ocorre é justamente o contrário, ao voltar à dieta normal, o organismo recupera e passa a aumentar o peso, tentando manter uma reserva maior de energia armazenada (gordura) para se prevenir no caso de um próximo jejum.

Não comer hidratos de carbono emagrece?

AP - 12ºAMITO – Uma dieta com restrição de hidratos de carbono deixa de fornecer o combustível principal para o corpo gerar energia. A forma de defesa do organismo para compensar a falta do alimento é retirar esta energia de suas reservas (glicogénio do músculo e do fígado). É verdade que a perda de glicogénio muscular pode levar a uma perda de água, e consequentemente perda de peso, mesmo em curto espaço de tempo, mas ao voltar à dieta normal ou habitual, o músculo  recupera e o peso aumenta. A gordura em curto prazo, continua intacta. O factor mais prejudicial decorrente da retirada total dos hidratos de carbono da dieta é a adaptação inicial, que ocasiona hipoglicemia. A queda do açúcar no sangue diminui as funções cerebrais ocasionando moleza, sonolência, perda de memória, perda do poder de concentração e muita dor de cabeça. Em alguns casos, desmaios. O excesso de hidratos de carbono aumenta a gordura corporal rapidamente, mas a retirada total é muito prejudicial.

 

Beber líquidos às refeições engorda?

AP - 12º AMITO – Vai depender da qualidade e quantidade deste líquido. É recomendado um copo pequeno de água sem gás às refeições a fim de ajudar no processo de digestão, principalmente porque uma dieta saudável deve conter alimentos ricos em fibras, o que aumenta a necessidade de água a fim de auxiliar o trânsito intestinal. Em relação aos outros líquidos, a quantidade recomendada é a mesma, mas deve-se atentar para as calorias, caso contrário a resposta para esta questão é positiva. As bebidas gaseificadas e concentradas (sumos) não são recomendadas pelo efeito no funcionamento digestivo. Pode “empurrar” os alimentos aumentando o volume do estômago, diminuir a velocidade de esvaziamento gástrico ou ainda, competir com a digestão dos alimentos, dificultando o aproveitamento dos nutrientes. Para quem tem gastrite nunca são indicados líquidos às refeições, para não dilatar o estômago.

 

Beber cerveja dá barriga?

MITO Não existe uma relação do tipo da bebida com o aumento da gordura corporal. É o estilo de vida de cada um que contribui para o aparecimento das “gordurinhas” em locais indesejados. Os homens têm maior probabilidade de aumentar a gordura abdominal quando há sobras calóricas. Outros factores relacionados são os acompanhamentos que, em geral, são petiscos calóricos, como pastéis, queijos à milanesa, amendoins, etc. A quantidade excessiva de cerveja também é outra razão, pois na maioria das vezes o consumo excede um copo. Sabendo que uma lata de cerveja tem em média 135 Kcal, mais os petiscos, é só fazer as contas no final, e o pior de tudo, no horário em que devíamos comer menos calorias (à noite).

 

Comer o dia todo engorda

MITO – O organismo trabalha por ciclos, portanto o ideal é oferecer quantidades suficientes de energia ao organismo, de acordo com sua necessidade. O número mínimo de refeições por dia é 4, o café da manhã, o almoço, um pequeno lanche à tarde e o jantar. Se o café da manhã for muito cedo e o almoço tarde, também precisamos incluir um pequeno lanche entre estas refeições, como uma fruta, por exemplo. O importante é não ficar longos períodos em jejum, pois o metabolismo, que é a capacidade de transformar os alimentos em energia, fica mais lento e diminuído, como uma forma de defesa do organismo, e assim, além de gerar alguns prejuízos ao nosso organismo, como dor de cabeça, fraqueza e perda de peso à custa de massa muscular, a fome fica incontrolável na próxima refeição, levando ao aumento do volume, e portanto possível aumento de peso corporal.

 

Beber água em jejum emagrece?

AP - 12º AMITO – A água por si só não pode destruir ou diminuir as células de gordura. Está errado dizermos que beber água emagrece, a água ajuda na manutenção do equilíbrio orgânico, sendo fundamental para um bom funcionamento do intestino, para a hidratação das células e para a activação de todas as enzimas do organismo. A água é importante ao longo do dia, e no mínimo devíamos ingerir 1 ml de água por cada caloria consumida durante o dia.

———–

 ——————————–

~

—- 

Se comermos bananas não teremos cãibras?

MITO – Normalmente as pessoas associam as cãibras à falta de potássio, e como a banana é uma fruta rica em potássio, as pessoas acreditam que o consumo da mesma inibe o aparecimento da cãibras. Isto realmente acontece mas não é esta a causa principal. Cãibras normalmente aparecem com esforço muscular e aumento de ácido láctico (derivado AP - 12ºAdo glicogénio) nos mesmos, pela incapacidade do organismo remover este “lixo” dos hidratos de carbono utilizados nos músculos. Outras prováveis causas são deficiência de cálcio, comum na gravidez, o que leva a uma alteração na contracção muscular, cãibras, desidratação que leva a perdas importantes de sódio e potássio, o que altera a capacidade de contracção e descontracção muscular, levando também a cãibras. A falta de potássio não é a principal causa de cãibras, mas a banana colabora com uma quantidade de hidratos de carbono (uma banana média tem mais de 20 gramas de hidratos de carbono), e se for bem digerida colabora como fonte de energia. Sem dúvida a banana pode ajudar, mas como a falta de nutrientes não é a única causa para o aparecimento das cãibras, não se pode dizer que apenas o consumo de alimentos ricos em potássio e cálcio seja a solução. Além disso, ainda não se sabe muito bem o mecanismo de origem das cãibras, portanto, é melhor procurar um especialista da área no caso de repetições frequentes.

 

Posso comer apenas uma barra de cereais para atingir a minha necessidade diária de fibras?

MITO – É só observar a quantidade de fibras em gramas por unidade. Em média, uma barra de cereais tem de 1 a 4g de fibras, sendo que a recomendação diária para um indivíduo saudável é de 30g. Imagine quantas barras teria que comer diariamente para atingir a necessidade de fibras apenas com este alimento! Portanto, a melhor maneira de atingir a recomendação é incluir mais alimentos crus nas refeições, como folhas verdes e frutas.

 

Comer abacate engorda?

MITO – O abacate é realmente uma das frutas mais calóricas, mas se consumida em quantidade adequada não causa aumento de peso. Ao contrário do que muitos pensam, a gordura presente no abacate não é a gordura saturada e assim o tipo de gordura saudável, a insaturada, capaz de reduzir o colesterol LDL (o chamado mau colesterol).

 (Adaptado de: http://www.saudenarede.com.br/?p=av&id=Mitos_Sobre_Alimentacao )

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s